Home / Estratégia Digital /

Uma reflexão sobre o crescimento da publicidade online

Uma reflexão sobre o crescimento da publicidade online

A questão da rentabilidade da publicidade online gera ainda polémica e discussão entre os profissionais de Marketing Digital. Enquanto alguns continuam a acreditar que este é um dos melhores métodos para conquistar audiência, outros acreditam que não passa de conteúdo irritante e intrusivo. Mas de uma coisa não há dúvida: a publicidade na Internet continua a crescer e promete continuar assim nos próximos anos.

Este crescimento da publicidade online acontece especialmente porque todos os anos têm surgido no mercado novas formas de se fazer propaganda. Na Alemanha, por exemplo, as empresas gastaram mais de 6,5 mil milhões de euros em anúncios online em 2012, o que equivale a cerca de mais 13% do que em 2011. Quem o diz é  a BVDW, a associação do setor de publicidade online.

Ainda que o lucro registado na publicidade televisiva continue a ser maior, a Internet está a fortalecer a sua posição como segundo meio ideal para a prática de publicidade. Em 2012, os anúncios online foram responsáveis por mais de um quinto dos investimentos em propaganda na Alemanha. A maior fatia desse orçamento, claro está, equivalente a 38%, foi para televisão, distribuindo-se o restante pela imprensa e rádio.

A publicidade online na… Televisão!

Porém, a competição entre Televisão e Internet para disputar o primeiro lugar é algo que pode não acontecer de forma tão clara nos próximos anos. “As fronteiras entre os meios estão a desaparecer gradualmente devido à digitalização da televisão. Ambas as áreas vão crescer lado a lado, a certo ponto, e não será possível fazer uma separação entre as duas”, disse Paul Mudter, da IP Deutschland, em declarações à imprensa.

Uma vez que vivemos na era do mobile é mais do que expectável que os dispositivos móveis comecem a ser considerados cada vez pela indústria de publicidade, seja lá qual o for o meio utilizado.  “Durante muito tempo, a monetização desse desenvolvimento deixou a desejar. Mas vemos claramente que a disposição de investimentos no setor móvel aumentou em 2011, e de forma muito mais forte em 2012”, afirma Mudter.

A BVDW prevê um crescimento contínuo do mercado de publicidade em smartphones e outros dispositivos móveis, ainda que “a publicidade móvel possua um orçamento relativamente pequeno, mas com um claro crescimento”, reafirma o responsável da IP Deutschland.

Entretanto, a televisão não é a única afetada pela publicidade online. Os jornais, por exemplo, também já se estão a moldar a esta nova realidade: face à perda de leitores e, consequentemente, à redução de investimento por parte de publicitários, os jornais têm-se voltado para  Internet e incluído anúncios nas páginas oficiais dos órgãos de comunicação, desde há vários anos. Existem até casos, como o histórico jornal inglês The Independent, cuja versão em papel desapareceu para  dar lugar apenas à publicação digital. Contudo, apesar das receitas geradas começarem a ser superiores às receitas conseguidas em anúncios no jornal, frequentemente este tipo de anúncios deixa a desejar pela qualidade e apresentação.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *