Home / Casos de Sucesso /

Sapatos online: o negócio dos pés pequeninos

sapatos online

Sapatos online: o negócio dos pés pequeninos

Conhece alguém que calce um número de sapatos 35 ou 36? É muito provável que responda que não, porque este é de facto um tamanho de pé muito pequeno. Porém, a verdade é que existem muitas pessoas, especialmente mulheres, a calçar um número tão baixo. Pelo menos foi isso que constatou Tania Gomes que, a partir de um pequeno projeto pessoal, acabou por registar um sucesso que não esperava.

Só no Brasil, existem cerca de cinco milhões de mulheres a calçar entre os tamanhos 35 e 36 (33 e 34 se falarmos acerca dos valores usados no Brasil). Era neste nicho de mercado que estava a própria Tania Gomes, uma mulher como qualquer outra que, apesar de adorar ver montras de sapatarias e sapatos online, se deparava sempre com a mesma dificuldade: o único local com sapatos para o seu pé era a secção infantil.

Frustrada com esta situação, Tania decidiu então ser criativa e desenvolver um projeto que fosse capaz de ajudar todas as mulheres com o mesmo problema. Sapatos bonitos com uma numeração baixa? Sim, era possível. Após alguns meses de planeamento, a empreendedora lança na Internet a 33e34, uma loja online que começou quase como uma brincadeira mas que em poucos meses vendeu mais de sete mil pares de sapatos e conseguiu o registo online de mais de 18 mil mulheres.

Quem disse que os nichos de mercado não são rentáveis? Pois muito bem, esta dor muito segmentada a um público muito concreto acabou por resultar num verdadeiro caso de sucesso.

sapatos online

Em declarações à imprensa, Tania Gomes contou mais ou menos como funciona o mercado da sapataria e porque decidiu avançar com a criação desta loja. Basicamente, a cada 12 sapatos que uma loja compra, apenas um deles contém numerações 35 ou 36: aqueles que são considerados os menos vendidos. Porém, quase como se houvesse um pacto entre as lojas e certas clientes com pé pequeno, os sapatos de numeração baixa eram rapidamente vendidos.

Em 2012, após meter na cabeça que queria uma sandálias prateadas para uma festa de passagem de ano, Tania percebeu que tinha de fazer alguma coisa porque só lojas de crianças tinha um modelo que se adequasse ao seu pé… mas com padrões ou formatos ligeiramente infantis. Após uma pesquisa no Google, percebeu que não havia nenhuma loja na Internet que vendesse sapatos pequenos. Intrigada com a situação, começou a verificar domínios e não tardou a registar o 33e34.com.br. A ideia começa a germinar e a crescer.

Numa verdadeira aposta contra todos os riscos, Tania e o marido, Thiago, decidiram deixar os seus empregos e viajar para os Estados Unidos para aí fazer cursos e visitar empresas e marcas. Todos os contactos que reuniram durante este período permitiu-lhes dar forma ao projeto que se tornava cada vez mais real. Ao regressar ao Brasil em 2014, começaram a estruturar tudo e abriram a loja, finalmente, em janeiro de 2015.

Hoje, o projeto é gerido a quatro mãos: por Tania, que lidera todo o negócio e pelo seu marido, responsável pelo desenvolvimento da loja virtual. Um grupo de empreendedores colaboram também com a 33e34, encarregados sobretudo com a parte de logística. O sucesso, entretanto, parece não parar. Além dos quase 20 mil registos na plataforma, a loja virtual trabalha com 17 marcas diferentes, como a Converse, Luiza Barcelos, Piccadilly e Vizzano. O stock é de aproximadamente 1400 sapatos, em 220 modelos diferentes.

Quer usufruir do seu próprio caso de sucesso? Aprenda a empreender e a desenvolver ideias com o e-book gratuito Guia de Inspiração para Empreendedores Digitais.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *