Home / Estratégia Digital /

5 Ideias para criar Marketing de Conteúdo para a sua empresa

[rev_slider mm]
criar marketing de conteúdo

5 Ideias para criar Marketing de Conteúdo para a sua empresa

ProfileMate

Há uns tempos falei de Marketing de Conteúdo para apresentar algumas razões para o começar a usar. Hoje, no entanto, o enfoque que pretendo dar a este artigo é ligeiramente diferente: está na hora de apresentar casos práticos para que possa criar marketing de conteúdo.

Antes de avançar, deixe-me definir rapidamente o que é isto do marketing de conteúdo, no caso de nunca ter ouvido falar do conceito. O Content Marketing Institute, um recurso online que reúne informações sobre esta estratégia de marketing, define o marketing de conteúdo da seguinte forma: O marketing de conteúdo é uma técnica de marketing para criar e distribuir conteúdo valioso, relevante e consistente, capaz de atrair e adquirir uma audiência claramente definida – com o objetivo de direcionar a ação para o cliente de forma rentável. Tenha esta definição bem em mente.

A palavra-chave nesta definição é “valioso”. Se o conteúdo não tiver valor, então esqueça, não passa de “palha”. Basta olharmos à nossa volta para encontrarmos determinados tipos de conteúdo como, por exemplo, anúncios publicitários que têm valor. Numa realidade onde a publicidade se assume cada vez mais como um incómodo e onde é possível contorná-la com plugins como AdBlock ou passando à frente os anúncios televisivos, torna-se premente criar conteúdo valioso. Conteúdo pelo qual o consumidor estaria até disposto a pagar para consumir.

É claro que isto funciona para os dois lados. O Marketing de Conteúdo assume um grande papel para o público, sim, mas também é valioso para si, a pessoa que está a criar marketing de conteúdo e que espera criar uma base de seguidores.

5 formas de criar marketing de conteúdo

Existem tantos tipos de Marketing de Conteúdo quanto tipos de conteúdo – mais do que aqueles de que vou falar nos próximos parágrafos. No entanto, a minha intenção não é descarregar aqui uma quantidade absurda de informação, mas sim dar uma introdução acerca de marketing de conteúdo e dar-lhe algumas ideias acerca de como o pode criar. Como o conteúdo não necessita de ser apenas textual, incluí algumas opções que não envolvem a produção de texto.

Infografias

Todos conhecemos infografias. As infografias são geralmente imagens longas e verticais que incluem estatísticas, gráficos e outras informações. Se precisar de alguns exemplos para entender o que são infografias, pode consultar este post. A ideia que importa reter é que a infografia pode ser efetiva na medida em que, se for boa, pode-se tornar viral em redes sociais e publicada em sites durante anos.

Para criar uma infografia, pode recorrer ao trabalho profissional de um designer ou pode tentar você mesmo criar esta imagem através de ferramentas como o Canva, que conta já com templates próprios para desenvolver este tipo de conteúdo.

Site e blog

Ao falarmos de Marketing de Conteúdo, pensamos automaticamente em conteúdo textual devidamente otimizado com técnicas de Search Engine Otimization (SEO). O conteúdo textual otimizado com as palavras-chave mais pesquisadas do Google e motores de pesquisa associados é uma excelente forma para canalizar mais tráfego para o seu negócio. Ao produzir uma quantidade considerável de conteúdos, o Google irá reconhecer tais conteúdos e o seu valor e atribuir-lhes um Page Rank.

Mais tarde, o valor do seu Page Rank irá determinar em que posição surgem os seus conteúdos quando um utilizador do Google faz uma pesquisa usando uma palavra-chave relacionada com tal conteúdo.  Isto significa que, tendo bom conteúdo, pode figurar entre as primeiras posições dos resultados do Google sem ter de pagar links patrocinados.

E-Book Empreendedores Digitais
 

Podcasts

Michael Hyatt, autor do livro best-seller Platform: Get Noticed in a Noisy World, cria Marketing de Conteúdo sob a forma de podcasts. O seu podcast This is Your Life é descarregado cerca de 250 mil vezes por mês. “Um podcast dá visibilidade num mundo completamente diferente – principalmente o iTunes. Tive dezenas de pessoas novas a dizer que nunca ouviram falar de mim até tropeçarem no iTunes“, escreveu Hyatt no seu blog.

Mas uma vez mais, a regra do valor é sempre importante: nos seus podcasts, Hyatt oferece informações de valor, tal como conselhos, e tudo isto sem preço algum. Os podcasts, por sua vez, consolidam a sua posição como referência no mercado do Marketing e impulsionaram um aumento na venda dos seus livros.

Videos

O crescimento do YouTube e a proliferação de redes sociais como Instagram e Snapchat resultaram num aumento dos conteúdos em vídeo. Por isso mês, Gary Vaynerchuk, um mestre em marketing de conteúdo, começou a usar vídeo online para promover a loja de vinhos da sua família. Através desses vídeos e outros de marketing digital, acabou por crescer até formar um império avaliado em 45 milhões de dólares americanos.

Os vídeos e podcasts  são uma forma de marketing de conteúdo amplamente inexplorada porque as pessoas pensam que é caro e difícil. Mas com a queda do custo do equipamento de qualidade profissional, criar conteúdo de áudio e vídeo de alta qualidade é mais fácil do que nunca. O marketing de conteúdo de vídeo amador foi usado para vender liquidificadores, lançar novos produtos dentários e comercializar serviços de consultoria de vistos em Hong Kong. Todos o podem fazer, até você.

Livros e e-books digitais

Tal como acontece com os vídeos, as marcas pensam muitas vezes em vender livros ou e-books, mas os comerciantes experientes não vendem livros apenas para vender livros, eles vendem livros como ferramentas de marketing. O manual de vendas do Michael Port, Book Yourself Solid, é uma ótima leitura para empresários, mas é também grande responsável por gerar tráfego e atenção para o autor. E isto diz muito acerca do que pode fazer também: porque não criar um e-book?

Hoje publicar um livro é extremamente fácil e pode não ter sequer custos monetários se o vender digitalmente. Por essa razão, publique o seu próprio livro e, mesmo que as pessoas não o leiam, use-o como uma forma de marketing de conteúdo.

E-Book Criar Primeiro Website
   

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *