Home / Consultoria Empresarial /

Descubra 5 medidas para aumentar a competitividade empresarial

competitividade empresarial

Descubra 5 medidas para aumentar a competitividade empresarial

O mercado nem sempre nos permite interpretações fáceis. Por vezes, olhamos por exemplo para duas empresas concorrentes que oferecem produtos semelhantes mas que mesmo assim conseguem obter resultados muito diferentes, assim como uma evolução dentro do mercado. Um olhar mais atento permite-nos perceber que há algumas diferenças internas, nomeadamente na produção e inovação.

É este fator diferenciador que vai permitir às empresas criar constantemente novos produtos, de conquistar novos mercados e continuar a crescer. E tudo isto, por sua vez, é estimulado por nada mais nada menos que a competitividade empresarial. Quando as empresas podem competir entre si, vão dar o seu melhor para ser as melhores aos olhos dos consumidores.

No entanto, algumas têm dificuldade em fazer face a certos concorrentes. Por muito que procurem e continuem a procurar terão sempre dificuldade em alcançar resultados tão bons. Por essa mesma razão, neste post vimos apresentar algumas dicas para aplicar na sua empresa. Trata-se de medidas para aumentar a competitividade empresarial e acrescentar à organização algo novo que pode fazer a diferença.

5 medidas para aumentar a competitividade empresarial

1 – Posicione-se em vez de procurar

A maior parte das marcas está constantemente atrás dos clientes e potenciais consumidores, bombardeando-os com diferentes estratégias que, em vez de atrair, repelem. É por isso mesmo que uma maneira mais fácil de abordar o seu negócio passa por se posicionar como a principal autoridade do meio, apresentando-se como perito, especialista ou consultor qualificado no assunto.

Esta é uma ação que deve ser estudada e analisada antes de ser tomada, mas que promete resultados incríveis. Lembre-se ainda que quando é visto como especialista, muda o sistema até então estabelecida: passam a ser as pessoas a procurá-lo a si.

2 – Valorize causas maiores do que a empresa

Reposicione o seu negócio e convença o público de que se trata “sobre algo” concreto. Pense no exemplo da Disney. A marca não diz respeito apenas a filmes, parques de diversões ou cruzeiros: a empresa é o lugar onde “Os sonhos se tornam realidade.” Por outro lado, pense na Subway, a marca que deixou de ser uma cadeia de fast-food e que passou a ser incluída em programas de perda de peso. A vida torna-se muito mais gratificante e emocionante quando ao consumo dos serviços e produtos está associado um sentimento ou uma causa que é maior do que a própria empresa.

3 – Aprenda com os erros dos outros

Uma marca não precisa de reinventar a roda por si mesma ou de fazer todas as descobertas por sua conta. Por outras palavras, queremos com isto dizer que nem sempre é fácil para a marcar encontrar algo que funcione melhor e torna-lo possível de forma a conseguir uma vantagem diferencial no mercado.

Uma pessoa inteligente aprende com seus erros, como todas as pessoas de sucesso o fazem, mas aqueles que querem resultados positivos aprendem também com os erros de outras pessoas para que possam encurtar a sua curva de aprendizagem e não perder tanto tempo. Por isso mesmo, aprenda com os outros e evite perder tempo a cometer erros que não o vão levar a lado nenhum.

4- Não está sozinho

Um empresário ou proprietário de uma empresa nunca conseguirá, a certo ponto, fazer tudo sozinho. Necessitará de uma equipa sólida à sua volta e, acima de tudo, de perceber como pode desenvolver essa equipa e levá-la aos objetivos definidos.

Isto é algo que vemos muito no futebol. Cristiano Ronaldo pode ser o Melhor do Mundo e o capitão da seleção nacional, mas não ganhou o Europeu sozinho. A vitória só pode ser alcançada quando pelo menos todas as partes se envolvem e cooperam entre si, conscientes do que querem, compensando as fraquezas de uns com os seus pontos fortes.

Por isso mesmo, acreditamos que se deve tornar num capitão da sua equipa, capaz de compreender quem trabalha consiga e de os coordenar no sentido certo.

5 – Conquiste realmente o público

O conceito de negócio implica a gestão de promessas e que seja capaz de as cumprir junto aos seus clientes: se já usa esta estratégia podemos então garantir que já está à frente do jogo. Isto implicar-se-á mais tarde, quando formar a sua base de clientes fidelizados e perceber que manter um cliente é muito mais fácil do que conseguir um novo.

O propósito de um negócio passa por fazer dos clientes verdadeiros fãs ao ponto de que façam muito mais do que recorrer aos seus serviços: que façam também word of mouth. As recomendações, no entanto, devem ser genuínas e não podem ser feitas porque você pediu ao público. Deverá ser ele mesmo a tomar a iniciativa de falar de si.

E como ser competitivo a este ponto, de forma a assegurar que clientes se tornam fãs? Simples: invista na relação com o cliente na sua satisfação. Faça investimentos, por exemplo, em suportes de assistência ao cliente ou num serviço de atendimento mais personalizado. Na empresa, deve ainda incutir o espírito entre os seus colaboradores de que devem realmente demonstrar paixão e interesse pelas necessidades dos clientes.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *