Home / Empreendedorismo /

Em Ourém há uma loja online para vender artesanato do concelho

artesanato

Em Ourém há uma loja online para vender artesanato do concelho

Não é todos os dias que ouvimos histórias sobre empreendimento digital como esta que lhe estou prestes a contar. A sociedade portuguesa, infelizmente, caracteriza-se pela sua população envelhecida, especialmente nas regiões do interior do país. Isto significa que, numa realidade onde a Internet prolifera e o comércio eletrónico se torna mais banal, persistem ainda largos segmentos da sociedade que se encontram infoexcluídos.

O problema da infoexclusão, que já abordei no Ecossistema Digital através de uma brilhante iniciativa de formação, afeta milhares de portugueses que estão privados da tecnologia e de todas as suas utilidades por simplesmente não saberem como fazer uso das mesmas. Assim, seria de facto uma notícia nacional se um segmento envelhecido da população, que dedica a sua vida ao artesanato e pouco sabe da Internet, tivesse uma loja online para vender as suas peças.

Todavia, em Ourém, no distrito de Santarém, uma iniciativa que partiu do curso de Multimédia da Escola Profissional do Vale do Tejo procurou inverter esta tendência e aproximar membros da população que raramente se tocam. Seis alunas deste curso de Multimédia criaram o site http://artesaosdeourem.byethost8.com, que tem o objetivo de promover o trabalho dos artesãos do concelho.

Uma loja que valoriza a venda de artesanato local

O projeto foi proposto pelo CLDS-3G de Ourém (Contrato Local Desenvolvimento Social 3.ª Geração do Concelho de Ourém) e desenvolvido por seis alunas do curso de Multimédia da Escola Profissional de Ourém: Catarina Sobreira, Cláudia Marques, Filipa Ribeiro, Liliana Pereira, Maria Inês Matos e Patrícia Pereira.

As alunas, refere uma nota de imprensa, foram responsáveis pela conceção do ‘site’, pelas fotografias nele contidas e pelos dados relativos aos artesãos e respetivos produtos.

O desenvolvimento do ‘website’ envolveu um conjunto de competências adquiridas ao longo da formação das alunas de multimédia quem para além de tirarem e trabalharem as fotografias, criaram o logótipo e desenvolveram toda a imagem da página. Neste espaço os visitantes poderão encontrar vários tipos de peças de bijuteria, madeiras, têxteis, vimes de alguns artesãos da região, entre outros. É ainda possível proceder diretamente à sua encomenda na loja online.

O CLDS 3G iniciou a sua atividade em novembro de 2015 e visa aproximar a sua intervenção às necessidades reais das pessoas/famílias, combater as problemáticas sociais decorrentes da conjuntura económica e social atual em territórios afetados pelo desespero e por situações críticas de pobreza.

O CLDS 3G tem especial atenção à pobreza infantil e persistente e procura desenvolver ações a executar em parceria para promover a inclusão social.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *